Igreja Batista Central – Capim Branco

História

História da Igreja Batista Central em Capim Branco

No inicio de 1968, o pastor Jairo e o pastor João Batista da Igreja Batista Central de Belo Horizonte vieram iniciar o trabalho evangelístico em Capim Branco. Como ainda não tinha o templo, os primeiros cultos começaram na casa de uma moradora; após alguns meses o Pastor João Batista alugou um cômodo no centro de Capim Branco, onde congregaram por mais de um ano.

Em 27/07/1968, compraram o terreno para a construção do templo. O pastor João Batista juntamente com os irmãos oraram sobre o terreno e lançaram a pedra fundamental da igreja, com o nome de 60 pessoas que fundaram a igreja, onde esta pedra foi  quebrada após 40 anos da existência da Igreja Batista Central em Capim Branco.

Já em 19/06/1969 deu-se inicio a construção. Logo após o inicio da construção foi lançada à campanha “Folhinha Seca” para arrecadar dinheiro para a construção do templo.

No dia 15/07/1969 a campanha terminou e as folhinhas voltaram verdes, isto é, cheias de dinheiro. Assim terminaram a construção.

E exatamente no dia 15/08/1969 foi inaugurada a Igreja Batista Central em Capim Branco, com 150 pessoas presentes. O arquiteto Josué,que fez a planta da igreja, e o vice-prefeito fizeram o desate da fita onde o Pastor Jairo foi o pregador da noite.

 

Passados cinco anos, o pastor João Batista foi embora e na falta de um pastor o irmão José Lourenço (in memorian) tomava conta do trabalho, mas nos fins de semana a Igreja Batista Central de Belo Horizonte enviava pastores para  o ajudarem.

Foi neste tempo que veio o pastor José Alberto, um jovem pastor que ficou pouco tempo, e a igreja continuava pequena. O pastor José Village, presidente da Igreja Batista Central de Belo Horizonte, também vinha aos fins de semana para apoiar.

Passados mais ou menos 13 anos, a presidência passou para o Pastor Evênio que enviou o Pastor Valdison que era um seminarista, e ficou a frente da igreja por quatro anos. Com a saída do pastor Valdison, a igreja novamente ficou sem pastor, mas a frente do trabalho o irmão José Lourenço (in memorian) e a sua esposa Hezil (in memorian) faziam o possível para a igreja não fechar.

 

No final de 1984 a Igreja Batista Central de Belo Horizonte enviou o pastor Carlos Bonfá e sua esposa Arilene, um Pastor muito carinhoso e muito dedicado à obra que todos gostavam. Mas no final de 1986 ele teve que ir embora.

Durante alguns anos, o pastor Nílson Delmeneze (in memorian) vinha aos fins de semana para a igreja. Mas na falta de um pastor residente, a igreja se enfraqueceu a ponto de participarem dos cultos apenas seis irmãos. E em alguns dias, nas reuniões de oração, apenas dois irmãos participavam orando e chorando, pedindo a Deus que enviasse um Pastor para cuidar da obra.   Tinha dias em que a irmã Hezil (in memorian) orava dentro do templo e o irmão José Dutra orava no pátio, para evitar comentários maldosos das pessoas, pois só havia os dois para orar.

Vendo a situação da igreja o pastor Paulo Mazoni, presidente da Igreja Batista Central de Belo Horizonte, enviou o pastor Pedro que ficou apenas um ano na direção da igreja. Assim o pastor Paulo Mazoni veio a Capim Branco, e fez uma reunião com todos os membros e disse que poderia até fechar a igreja, caso o próximo pastor a ser enviado não desse certo.

Pr Sebastião na IBC

No ano de 1997, através da irmã Regina Barros, o pastor Paulo Mazoni conheceu o pastor Sebastião que era pastor auxiliar na Igreja Batista Central em Vila Estrela e logo veio o convite para conhecer a igreja em Capim Branco.

Durante o ano de 1998, o pastor Sebastião, sua esposa Dinha e filhos, junto com alguns irmãos da Vila Estrela vinham nos fins de semana para cuidar da igreja.

E logo surgiu o convite para que ele viesse pastorear a Igreja por tempo integral. Foi uma decisão difícil, mas Deus estava no controle de tudo e nenhum dos seus planos podem ser frustrados.

E no dia 09/01/1999, aconteceu o culto de posse do pastor Sebastião. Foi uma festa muita linda e os membros da igreja o receberam com muito carinho. Junto com o pastor Sebastião e sua família, vieram também o irmão Aloizio com a sua esposa Vigínia e filhos para morarem em Capim Branco. No começo vieram as dificuldades, mas eles perseveraram e em nenhum momento Deus os abandonou.

Aproximadamente no ano de 2000, a igreja foi reformada e aumentada, pois, já não cabiam as pessoas. Mas o templo com capacidade para 100 pessoas também foi pequeno.

  Em 2003 a igreja foi aumentada pela segunda vez, e no termino desta reforma, aconteceu uma festa linda de consagração do novo templo, que tem capacidade para 300 pessoas. Esta festa teve inicio em uma quarta-feira e terminou no domingo, com a presença de pastores e cantores abençoados, a festa teve como tema “E a glória do Senhor encheu toda a casa!”, e esta é uma verdade que temos vivido durante todos esses anos. Vidas têm conhecido o amor de Deus e têm tido um verdadeiro encontro com ele, sendo transformadas pelo poder de Jesus.

A IBC e a Visão de Células

Em 2008 a Igreja Batista Central em Capim Branco abraçou a visão de células. Nossos cultos mudaram, agora são realizados em dois horários, às quintas feiras 15:00 horas e 19:30 horas.

Aos domingos 17:00 horas e 19:00 horas.

Pelo motivo de mais uma vez não comportar tantas pessoas no templo.

E sendo assim  novamente a igreja está pequena para tantos membros.

E as obras do Novo templo está sendo planejada, com tamanho que irá comportar 1.200 membros.

Somos uma Igreja cristã, evangélica, batista, renovada, firmada na missão de levar o evangelho a todas as pessoas, transformando-as em discípulos  de Jesus  .

Somos uma Igreja em Células, uma comunidade de ministros que conquista vidas para Jesus. Cremos que cada casa é uma Igreja e cada cristão um ministro.

Somos uma Igreja que tem paixão por vidas e acredita que o relacionamento amoroso entre as pessoas e com Deus é a nossa prioridade.

 

Somos uma Igreja que sonha e age com o propósito de impactar Capim Branco com a Palavra de Deus e ações comunitárias que transformem esta cidade e esta geração.

Somos uma Igreja em Células, que se reúne nos cultos de celebração e durante a semana nas casas, visando compartilhar a palavra de Deus, confraternizar, edificar, servir e multiplicar-nos em novas Células, levando mais e mais pessoas a aceitar a Cristo como Salvador.

As vantagens de fazer parte de uma célula

– A Célula é uma expressão do amor de Deus para aqueles que ainda não o conhecem;
– A Célula gera a oportunidade de crescimento no relacionamento com Deus e com os demais membros da Célula, desenvolvendo uma amizade sincera.

Saiba mais

Nossas Células se reúnem durante a semana em vários lugares da cidade. Descubra a mais próxima de você.

Caso você já esteja integrado em uma Célula, mantenha-se atualizado sobre as próximas atividades e desafios da sua Rede de Células.

Redes de Células

Cada Célula da Central é extremamente importante e, por isso, recebe um cuidado especial. Organizadas em Redes as Células estão sempre sob o cuidado dos coordenadores, que trabalha no temor do Senhor de forma a estimular o crescimento e a saúde de cada grupo e seus membros.

O crescimento

Quando iniciamos as células no ano de 2008, Tínhamos 200 membros, em 2009, passamos para 250 e finalizamos em 2012 com 375 membros catalogados e mais 166 novos crentes  envolvidos em nossas 34 células. O que representa,  a expansão do Reino de Deus.

Encontro

  No ano de 2010, os  irmãos Washington Oliveira, Anderson Cosme, Renata de Deus e Jéssica Carvalho, foram  impactados em um encontro evangelístico realizado pela  Igreja Batista Central de Belo Horizonte, resolveram fazer o mesmo aqui na Igreja Batista Central em Capim Branco, neste mesmo ano fizemos o 1º encontro evangelístico, foi uma benção, 65 almas se rederam ao Senhor Jesus  e logo não paramos, pois somos uma Igreja que desenvolve um trabalho amoroso e edificante, cuidando de crianças, jovens e famílias. O alvo é suprir as necessidades de cada membro, orientando-os de acordo com os preceitos bíblicos.

 

Somos uma Igreja em que sempre se pode contar com o aconselhamento dos pastores e os líderes das Redes, com um ensino edificante da Palavra ministrado pelo CCM – Centro de Capacitação Ministerial – e com a solidariedade e apoio dos irmãos nos momentos alegres e tristes da nossa vida.

A Igreja Batista Central em Capim Branco é conhecida e respeitada pelos moradores e autoridades e é também a maior igreja evangélica da cidade.

Deus tem movido nossa igreja com seu poder e temos acreditado que muito mais ele irá fazer em nossas vidas e em nossa cidade, pois, “aquele que começou a boa obra há de aperfeiçoá-la até os dias de Cristo. (Filipenses 1:6)”.01 02 03